Dicas

Compulsão Felina, como prevenir?

Comportamentos compulsivos são causados por uma situação de conflito, frustação, estresse ou excitação, mas, se exibidos fora do contexto original, são repetitivos ou exagerados. São observados em muitas espécies de animais sadios e mantidos em cativeiro, inclusive no cão e no gato. Podem se manifestar de diversas maneiras e em diferentes graus.

Os principais comportamentos que podem se tornar compulsivos, são classificados em diferentes grupos:
Locomotoras: Andar em círculos, ficar paralisado, perseguir objetos imaginários, hiperestesia felina.
Alucinatórias: Olhar fixamente para sombras ou paredes, evitar objetos imaginário, sobressalto.
Autolesivas: Ataque à cauda, pernas ou parte traseira, auto-higiene exagerada, roer unhas.
Orais: Miados, gemidos, sucção de pelos, pica, sede exagerada, fome exagerada, lamber excessivamente o dono ou objetos.
O tratamento está focado na eliminação da causa que provoca o estresse, em técnicas de modificação comportamental com exercícios de obediência, brincadeiras e estimulação ambiental.

O melhor é prevenir seu aparecimento. Para isso dois fatores são fundamentais: criar um ambiente adequado, que entretenha o gato, e uma boa socialização. Nestes casos, se faz necessário o acompanhamento por um médico veterinário.

Localização

Rua Fenelon Santos, 504 - Salgado Filho. Aracaju - SE, 49020-350